sábado, 10 de dezembro de 2011

tempo, tempo, tempo....

Só preciso dele.Agora que se esclareceu tão rápido. Preciso digitar essas informações no meu cérebro - para que ele grave tudo isso, pois o coração nos engana.Mas dessa vez vou digitar os textos escritos pelo coração,sem medo de errar.Continuo sem sentimentos.Fria, como a neve.-43º. Mas algo me diz que, isso passa, com a chama dos 'teus' olhos, eu irei me derreter.
Não sei.Nunca saberei.
  Se tudo isso é certo, sem tentar. Mas to sem forças, pra começar a tentar.Preciso de uma ajuda sua. Uma ajuda, que eu não perceba. Mas que sinta. AGORA, nesse exato momento, eu só preciso de um tempo pra pensar em como vou dizer a você que eu estou perdidamente, incondicionalmente, desesperadamente encantada por você. Só que pra dizer isso. Eu preciso dele, do tempo. Para que tudo seja, não perfeito, mas lindo. Não tenha pressa, eu não tenho pressa. Esperei, nove meses longos, pra estar aqui hoje. Nesse mundo. Nesse Mundo sem maldade.Sem discriminação.Sem Guerras. Nesse mundo perfeito, que não é o planeta terra.
 Contudo, isso agora não importa, o importante é que eu estou aqui, escrevendo isso para você  cheio de erros gramaticais, cheio de pausas, cheio de drama, cheio de palavras vivas, palavras sinceras, palavras que um dia não vão ser somente palavras, vão ser gestos , abraços eternos. MAS para isso, eu preciso de tempo. De calma.



Nenhum comentário:

Postar um comentário